Di PadreinFiglia

Sinopse:

Franca, uma jovem mulher, uma típica beleza latina, acorda de um sonho perturbador. É 1958 e Franca está grávida. A bolsa estourou, está prestes a dar à luz, está sozinha em casa com as suas meninas e o seu marido Giovanni não está. Franca o procura na destilaria onde Giovanni passa a maior parte do seu tempo; mas ele não está lá.

Giovanni e Franca tornaram há poucos anos do Brasil, onde Giovanni fez sua fortuna para começar uma nova vida na sua terra natal, Bassano del Grappa.

A esposa de Enrico, sócio e melhor amigo de Giovanni, deixa entender à Franca que sabe onde ela pode encontrar o marido… Franca entra com fúria no bordel da cidade e encontra Giovanni na cama com Pina, a sua amante fixa. Franca o ataca e o obriga a assumir a responsabilidade por este terceiro filho, que foi ele quem quiz. Franca e Giovanni já têm duas filhas, Maria Teresa e Elena, mas Giovanni quer um filho, aquele que vai herdar o sobrenome dele, aquele que vai conduzir a empresa. Entre as dores do parto, Franca também espera que seja um menino, e tem a certeza de que a vida seria mais simples. As duas meninas, no entanto, temem a chegada de um irmão, especialmente Maria Teresa, que entende que um homem monopolizaria as atenções de seu pai.

A partir do quarto de Franca vem o grito do recém-nascido… na verdade, da menina: nasceu outra menina. Desilusão, Giovanni se afasta em direção a destilaria. Nevia, a parteira, o detém: tem outra criança no ventre de Franca, e este é menino!

No batismo dos gêmeos Franza estão as famílias mais influentes de Bassano e ninguém passa despercebido no discurso de Giovanni que fala apenas de seu filho e não do filho de Enrico, o seu sócio.

Enrico também percebe isso, e sente uma pequena facada no coração. Conhece Giovanni desde que eram pequenos e o considera o seu melhor amigo. Ele tem um caráter gentil e uma grande habilidade na seleção das bebidas e escolher novos destilados. A sua última ideia é envelhecer a grappa  em barricas de carvalho, o gosto ganha consideravelmente. Giovanni está entusiasmado.

Durante a cerimônia, Giovanni conta a sua história: as dificuldades no Brasil, seu retorno à Bassano e, especialmente, seu maior projeto, a nova Grappa Franza que, graças a métodos especiais de envelhecimento é destinada a se tornar licor para paladares finos e não apenas para os trabalhadores e camponeses.

Maria Teresa na cerimônia tenta atrair a atenção de seu pai, quer que ele experimente uma mistura que ela preparou para ele: a sua grappa. Giovanni, no entanto, quase não a percebe. Maria Teresa decepcionada, pega o pequeno Antonio e, juntamente com Elena e Riccardo, filho de Enrico, escapa para a floresta para esconder o irmão. Giovanni não encontra Antonio no berço e se desespera. Enrico percebe que as outras crianças desapareceram e decidem em ir procurá-las na floresta.

A tensão é grande, as pessoas estão com medo, eles sabem que a floresta está cheia de minas não detonadas de guerra. Enquanto Enrico tenta tranquilizar, Giovanni escuta uma forte explosão vinda um pouco mais a frente. Giovanni encontra as crianças assustadas, mas ilesas. Para a pergunta “Por que você fez isso?” Maria Teresa responde a seu pai: “Eu queria ver se você teria vindo me procurar.”

Dez anos se passaram. Entre Riccardo, o filho de Enrico, e Maria Teresa, a filha mais velha de Giovanni, nasceu uma grande amizade. Os dois jovens vão estudar e estão cheios de expectativas para o futuro.

Eles têm uma grande capacidade e gostariam de continuar a estudar juntos: eles querem ir para a Universidade de Pádua. Maria Teresa está pronta para desafiar o pai: para Giovanni, de fato, é inconcebível que uma mulher queira se formar e trabalhar. Mas são anos de grandes transformações, e também em Bassano chega o eco de 1968 e as grandes revoluções dos jovens. E se isso impulsiona Maria Teresa na busca da sua independência econômica e intelectual, no entanto, em Elena tem um efeito completamente diferente: vive alegremente seus 16 anos, e a descoberta da sexualidade. Os meninos são atraídos pela sua beleza livre e ousada e ela flerta um pouco com todos, mas especialmente com Filippo, o filho do prefeito, bonito, rico e com um carro esportivo.

Elena e Maria Teresa representam dois modelos muito diferentes de mulher e Riccardo é fascinado por ambas. Entre ele e as duas irmãs Franza se cria um estranho triângulo amoroso, feito de atrações, sentimentos não ditos e beijos roubados.

Giovanni, no entanto, não vê com bons olhos o vínculo que se cria entre suas filhas e Riccardo. Até porque a sua associação profissional com Enrico está rachando. Enquanto Giovanni está pensando em expandir a empresa e de passar para uma produção industrial, o seu sócio tem uma certa resistência: não tem intensão de sacrificar a qualidade da sua grappa para ampliar a produção. Enrico decide deixar a empresa e começar seu próprio negócio, mas quer levar consigo a ideia da grappa barricada. Giovanni, no entanto, se antecipa: agora, a patente foi feita e está para sempre ligada ao nome Franza. Entre os dois acontece um atrito muito forte. Enrico ao voltar para casa com raiva depois de uma discussão com Giovanni, tem um ataque cardíaco que ameaça matá-lo. O seu projeto de trabalho desmorona e assim também os sonhos de Riccardo, com seu pai doente não pode mais continuar os seus estudos.

Para Riccardo tudo começa a desmoronar, até porque Elena, depois de seduzi-lo, deixa-lo definitivamente preferindo Filippo. A verdade é que a jovem acaba de descobrir que está grávida. Tudo se dissolve num segundo: seus dezesseis anos, o sonho de se tornar a primeira bailarina, sexo livre e despreocupada. Para Elena se descreve o destino de sua mãe, esposa e jovem mãe.

Ainda jovem, de fato, Franca encontra-se mãe de quatro filhos e com um marido com quem ela não tem nenhum relacionamento. Giovanni continua a traí-la e se dedica exclusivamente à destilaria e ao seu filho Antonio. Mas algo chega para agitar a vida de Franca… Uma carta, que vem do Brasil. Esses sinais nas folhas, no entanto, são indecifráveis ​​para Franca: não pode estudar e não sabe ler nem escrever. Encontrou uma cúmplice naquela que era sua inimiga de um tempo: Pina. Conforme a Lei Merlin, Pina teve que deixar de ser uma prostituta e, graças a uma contribuição de Giovanni (uma espécie de aposentadoria) abriu uma alfaiataria.

Pina, no entanto, é uma mulher orgulhosa e, surpreendendo Franca, vai até ela e lhe entrega o dinheiro que Giovanni tinha emprestado. Este gesto marca o início de uma grande amizade entre as duas mulheres. E será Pina que leria aquela carta… É de Jorge, o verdadeiro amor de Franca, que se conheceram quando crianças no Brasil, ele ainda está vivendo lá, casou-se, mas ainda pensa ela.

Antonio e Sofia, os gêmeos, agora estão crescidos. Eles têm 16 anos e são inseparáveis, mas Antonio, o homem da casa, parece muito mais frágil do que a irmã. A menina tem um espírito selvagem, rebelde e independente, seu irmão tenta de todas as maneiras ficar perto dela. Sobre Antonio, no entanto, estão as expectativas do pai o que aumenta a sua insegurança.

Sofia cuida do irmão, o protege e ao mesmo tempo o leva a se rebelar contra o domínio do pai. Giovanni decidiu o destino do seu filho desde o nascimento: a destilaria, ficar a seu lado. Mas ela tem outros planos para os dois. Estão nos anos 70, Sofia e Antonio ouvem música psicodélica e sonham fugir para o Oriente.

Giovanni percebe que Sofia com seu espírito selvagem e independente está plagiando seu irmão e tem medo de perder o controle sobre o único filho. Giovanni concentra toda a sua atenção sobre Antonio: o afasta da irmã, envolvendo-o em seu trabalho, e até mesmo em suas escapadas. Ele quer faze-lo um verdadeiro homem.

Enquanto isso, em Bassano chega uma delegação de imigrantes italianos que visitam o Brasil. Entre eles Jorge, agora casado com uma mulher italiana.

O encontro entre Jorge e Franca é fatal: a paixão que os ligava ficou inalterada. Os dois se encontram escondidos e pela primeira vez eles fazem amor.

Na casa do patriarca agora existem apenas os gêmeos, Maria Teresa, depois de muitas batalhas, conseguiu ir estudar em Pádua, enquanto Elena se tornou a esposa perfeita de Filippo. As duas irmãs se afastaram bastante, a mais velha para afirmar sua própria identidade teve a coragem de ir contra o pai, em vez Elena é sempre compatível com Giovanni, até porque é ele quem paga a nova casa, os móveis e os eletrodomésticos, pois Filippo se dedica principalmente nas cartas e nas bebidas com os amigos. No fundo, porém, Maria Teresa jamais perdoou sua irmã em se colocar entre ela e Riccardo. Toda vez que ela retorna à Bassano, Maria Teresa é inundada com emoções: o conflito com Giovanni, que não reconhece as suas competências, as tensões com Elena, de modo superficial, e o amor nunca confessado por Riccardo.

Em Pádua, no entanto, ela é esmagada pela atmosfera do início dos anos 70. Ela divide seu apartamento com Adriana, uma menina muito envolvida no movimento feminista, e Giuseppe, um trabalhador da Puglia, comunista e muito espirituoso.

Estes são os anos em que se afirmam os direitos das mulheres e Pádua começa um importante julgamento contra uma jovem camponesa, Gigliola Pierobon, acusada de aborto ilegalmente. Adriana e suas companheiras preparam uma grande manifestação. Maria Teresa, em seu escritório, observa com algum embaraço aquelas mulheres que são capazes de contar suas histórias e compartilhar emoções e sofrimentos. Quando chega o dia do julgamento, Maria Teresa consegue ficar de fora dos eventos, a Pierobon é uma jovem, assim como Elena, mas com um destino muito diferente. Todas as mulheres que estão naquela sala do tribunal, incluindo Maria Teresa, sentem-se acusadas e para apoiar Pierobon afirmam ter abortado todas clandestinamente.

Maria Teresa nunca fez amor, mas é dominada pela emoção e autocensura junto com as outras.

As mulheres são paradas pela polícia e levadas para a sede da polícia.

A reação de Giovanni é duríssima. Maria Teresa é examinada por uma parteira para verificar se ela ainda é virgem. No dia seguinte, talvez percebendo a extensão de seu ato, Giovanni tenta reaproximar-se da sua filha e a oferece um lugar como secretária na empresa. Maria Teresa se ofende. Com especialização em química, não tem a intenção de se tornar uma secretária. Este momento marca uma ruptura final entre os dois. Maria Teresa sai de casa decidida a abandonar Bassano, mas encontra Enrico e Riccardo, que finalmente conseguiram abrir uma pequena destilaria artesanal. Eles lhe oferecem um lugar como enóloga e Maria Teresa aceita.

Enquanto isso, a história clandestina de Jorge e Franca continua. Pouco depois do Ano Novo Jorge terá que retornar ao Brasil. Ele precisa de uma resposta: Franca está disposta a deixar tudo e ir com ele? Se assim for, terá que usar um lenço vermelho no Ano Novo. Franca é rasgada pela angústia: por um lado é o verdadeiro amor, a paixão, por outro estão seus filhos… As coisas acontecem na noite de Natal. Para comemorar Sofia oferece à Antonio um ácido: LSD. Os dois jovens, sob a influência de drogas desaparecem na mata, mas logo Antonio é atacado por seus medos e começa a se sentir mal. Com dificuldade, Sofia consegue trazer seu irmão para casa onde deve confessar tudo e enfrentar a ira de seu pai. Giovanni jura vingança contra a filha.

É por isso que durante a missa de ano novo, os temores da filha Sofia impulsionam Franca para fazer a sua escolha: ela tira seu lenço.

Jorge decepcionado olha para baixo, partirá sem ela.

Enquanto isso, Maria Teresa tem que desistir de seu grande amor: Riccardo que está prestes a se casar com Laura, uma garota simples que ele conheceu quando estava trabalhando em siderúrgicas.

Em seu retorno para casa em Pádua encontra Giuseppe, os dois encontram-se em frente a uma garrafa de vinho espumante e um “pandoro”. Parece uma triste noite, mas a ironia de Giuseppe levanta Maria Teresa. Com ele tudo é simples, Maria Teresa o sente cúmplice, confia nele, a tal ponto que ela decide pedir-lhe um favor: está cansada de ser ainda virgem.

É o início dos anos 80 e Giovanni Franza, bem como a Itália, está pronto para embarcar em uma nova era com uma grande campanha publicitária. A Grappa tem um mercado internacional e agora estão gravando uma publicidade na destilaria. Antonio trabalha agora com o seu pai e faz de tudo para estar a sua altura. Elena, intrigada com o mundo do entretenimento, veio xeretar, mas sua beleza não passa por desapercebida por Fabrizio, um publicitário e Milão.

Em outra destilaria, muito menor, Maria Teresa, em uma reunião com Riccardo, depois de se formar trabalha com ele. Os dois têm uma grande capacidade intelectual e uma relação de igualdade. Ele casou-se com Laura, enquanto Maria Teresa ainda não tem um relacionamento estável. É notável que a relação entre ela o Riccardo é muito forte. Na vida de Maria Teresa reapareceu Giuseppe, que se tornou um sindicalista. O pensamento contínuo em Riccardo, no entanto, a separa novamente.

Sofia é a única dos irmãos Franza que se afastou definitivamente de Bassano. Após o episódio do LSD, Giovanni tentou interná-la num colégio e desde então, aconteceram diversas fugas. Agora Sofia se muda continuamente, ninguém nunca sabe exatamente onde e como ela vive. Reaparece de vez em quando, mas só para subtrair algum dinheiro secretamente da sua mãe. A separação entre ela e seu amado gêmeo é agora definitiva. Desde que Antonio tornou-se sugado pela destilaria algo nela se quebrou, não reconhece o seu irmão gêmeo e vê-lo perseguir um modelo masculino que não pertence a ele, faz mal a ela. Antonio vai na academia para fazer seus músculos crescerem, administra o dinheiro com excessiva desenvoltura e para ser sempre competitivo não renuncia a um pouco de cocaína.

A miragem de uma vida mais fácil e divertida, típica dos anos 80, se faz também na insatisfação de Elena. Desde que ela conheceu Fabrizio começou a cultivar um sonho: ter uma segunda vida, ser modelo. No fundo ela ainda é jovem, e acima de tudo muito bonita. Ela se tornou mãe e esposa sem ter feito essa escolha e aquela casa perfeita e super equipada tornou-se sua prisão. Está sempre sozinha com as filhas, enquanto Filippo continua a agir como um moleque e fica até tarde da noite com Antonio.

É uma escolha ditada pelo instinto. Elena se apega a Fabrizio como se fosse sua última chance, foge para Milão e começa a trabalhar como modelo. São fotos publicitárias, a sua imagem, o seu corpo colocado a serviço de um produto, mas de alguma forma parece encontrar sua identidade, é reconhecida.

O fato de ganhar dinheiro, por ser apreciada, cortejada, a deixa gratificada. Filippo se encontra sozinho, começa um processo oposto, quer recuperar a confiança das filhas, a relação com elas, parar de beber e se aproxima de um estilo de vida mais saudável. Nisso Franca, a sogra, é solidária, o apoia.

Enquanto Giovanni sempre enfrentava todas as escolhas de seus filhos, Franca os observou e os ajudou atrás dos bastidores, tentando estar sempre disponível, mas sem se sobrepor a elas. No entanto, alguma coisa não funcionou, agora ela tem a sensação de uma grande distância e ela não sabe como se aproximar. Não consegue entender o que está acontecendo com os seus filhos.

Logo o profundo sentimento de inadequação que Antonio sempre afrontou o leva a passar por consequências dramáticas. Para que o pai tivesse orgulho dele, fingiu assinar um importante acordo de exportação internacional, no entanto, faz um acordo para vender a grappa no mercado negro no sul da Itália. A receita federal descobre a farsa e a destilaria Franza é investigada. É a ruína.

O advogado de Giovanni deixa claro que a única solução seria uma declaração de que Antonio está incapacitado, ou manifesta insanidade mental, ou por uso de drogas. Giovanni não pode pôr em perigo a empresa que trabalhou toda a sua vida, ele prefere declarar que o seu filho é incapaz. Antonio não consegue afrontar a rejeição do pai e comete suicídio.

O funeral de Antonio reúne toda Bassano. Toda a família Franza encontra-se em casa, e é o princípio do fim.

Sofia acusa o pai: foi ele quem matou Antonio, sempre quis que ele fosse outro, que ele fosse diferente, que fosse forte quanto ele, e, entretanto, ele estava matando-o. Nem sequer poupou a mãe, com seus silêncios, com a sua omissão sempre ficou do lado do pai e não protegeu o filho. Giovanni não aguenta aquelas palavras, sabe que contêm uma verdade, algo que ele nunca vai perdoar. A família que Giovanni e Franca queriam construir não existe mais: Antonio morreu, Maria Teresa trabalha para a concorrência, Elena se encontra sozinha e precisa descobrir como reconstruir sua família e Sofia está sempre fugindo.

A dor que oprime Giovanni não lhe permite mais trabalhar como antes. Ele vê o seu próprio crescimento através de seus maiores erros, traição perpetuada aos danos do seu amigo Enrico e, em seguida, seu filho.

Entre Maria Teresa e Riccardo existe uma estranha tensão. Depois do funeral de Antonio encontraram-se um nos braços do outro e fazem amor. Riccardo decide deixar Laura e formalizar sua relação com Maria Teresa. Parece o coroamento de um sonho, mas Maria Teresa está com medo, sente que talvez Riccardo é diferente da fantasia por quem ela foi apaixonada todos estes anos.

A perda de Antonio de alguma forma constrangerá todos os membros da família Franza em se relacionar com os seus afetos mais profundos e sinceros. Elena tem que reconstruir seu relacionamento com sua irmã Maria Teresa e com o marido Filippo. Filippo confessa à Elena que, graças a sua fuga ele entendia a beleza e a importância de ser pai.

Sofia no entanto, na busca por um sentido decide embarcar em uma longa viagem com a moto de Antonio, guiada pelo desejo de conhecer suas origens, chega ao Brasil. Conhece Jorge, que revela o seu amor por sua mãe e lhe pede para trazer uma mensagem. Jorge é um viúvo, e ainda a espera, sempre esperou por Franca.

Em seu retorno à Bassano, Sofia diz a suas irmãs e sua mãe a verdade que ela descobriu no Brasil.

Giovanni e Franca fugiram do Brasil. Ela tinha apenas 14 anos e foi acusada de assassinato, seu verdadeiro nome é Maria Firmin. Não há espaço para mentiras, Franca sabia que mais cedo ou mais tarde este momento chegaria, tem em frente as suas três filhas, mulheres agora, e começa a contar. Fala sobre a sua infância, trabalhando nos campos desde que tinha seis anos, o amor por Jorge, sua intenção em construir uma vida melhor. Ela conta sobre a sua determinação em cobrar aquilo que lhe é devido pelo seu patrão, e a tentativa de estupro do seu patrão. Como em defender a si mesma o matou. Giovanni trabalhou na mesma fazenda, com o mesmo patrão. Por um acaso havia presenciado toda a cena. Franca estava apavorada, ela era uma menina que, nem mesmo sabia o que estava acontecendo. Giovanni era maior e tinha sangue frio.

Após o assassinato de seu patrão, ele rapidamente percebeu que eles tinham de fugir. Mas como? Ele começou a procurar dinheiro e encontrou, tinha bastante e com ele fugiram para a Itália. Eles se casaram e, desde então, tornou-se patrão da vida de Franca.

Sofia entrega a mãe a mensagem de Jorge. Elas agora cresceram, elas querem que a mãe se sinta livre em sair e encontrar a sua felicidade.

Toda a sua vida, sua história, os conflitos com seu pai, tudo assume um outro aspecto. Na imensa mentira tudo era mais claro. Agora precisamos estabelecer novas relações.

Franca decide finalmente confrontar o marido. Conta sobre Jorge e da vontade de partir para o Brasil. Giovanni após a morte de Antonio não é mais o mesmo e não consegue encontrar a força para se opor contra a vontade de sua esposa. Não tem nem mesmo mais vontade de ficar na destilaria. É hora de vender. Talvez uma forma de compensação, vai propor a Enrico e Riccardo a compra da Grappa Franza.

Quando descobre as intenções de seu pai, Maria Teresa fica surpresa: não pode imaginar Giovanni longe da sua grappa.

Após a surpresa, em Maria Teresa começa a crescer um sentimento de insatisfação. Os custos desta fusão, em termos humanos tendem a ser muito altos. Muitos trabalhadores que estavam há anos empregados por Giovanni Franza poderiam ser despedidos. Riccardo e Maria Teresa têm um confronto sério com o sindicato. Mas a coisa mais dolorosa é que na mesa de negociação, como contrapartida, Maria Teresa encontra em sua frente Giuseppe. O amigo de um tempo agora é seu inimigo. Giuseppe é particularmente rígido com ela: está desapontado com a sua atitude de “patroa” e está sensivelmente ferido em vê-la tão solidária com Riccardo. “Então o nome Franza não existe mais …”

As palavras de Giuseppe abriu uma brecha no coração de Maria Teresa. De repente, tudo parece claro. Ela percebe que Giuseppe é o homem que realmente a entende e com o qual quer construir o seu futuro. O seu amor por Riccardo foi sempre acostumado a ser impossível, uma pura abstração.

Agora ela sabe o que deve fazer: a Grappa Franza não está mais a venda. Serão as três irmãs a conduzir a empresa. E agora Giovanni está pronto para aceitar que a Grappa Franza passe de pai para filha, finalmente compreendeu o valor de Maria Teresa, e como ela se parece com ele.

Enquanto isso, Franca e Giovanni se encontram. Pela primeira vez, Franca vê Giovanni com diferentes olhos. A dor pela morte de Antonio a obrigou a enfrentar a si mesma e os seus erros, e assim, finalmente, os dois se aproximam. Franca e Giovanni fazem amor como se fosse a primeira vez.

Algum tempo depois, toda a família se reúne para o lançamento de um novo aperitivo apresentado pela empresa “IRMÃS FRANZA”. As três irmãs cada vez mais impulsionam a empresa tornando-a cada vez mais próspera. Três mulheres em um mundo ainda quase exclusivamente masculino: os administradores, os chefes de departamentos, os representantes dos sindicatos, são todos homens.

Giuseppe também se junta a elas e acaricia suavemente a barriga sempre mais redonda de Maria Teresa. Logo nascerá outra menina na casa Franza.

Ficha Técnica:

© Todos os direitos reservado por: Arteon LTDA - 2021

Code7 - Boteria